Mentoplastia

O mento, ou queixo é uma das áreas responsáveis pela beleza e harmonia facial e pessoas com rosto angulado e queixo bem definido são frequentemente consideradas belas e de personalidade forte por observadores desconhecidos. Tanto o excesso quanto a falta de queixo podem causar uma falta de harmonia facial, sendo um exemplo clássico o cantor e compositor Noel Rosa, que tinha um mento muito pequeno, dando uma aparência descrita por muitos como de “bobo”.

A cirurgia plástica do mento é pouco conhecida pela população em geral e quando bem indicada trás benefícios fantásticos, permitindo um equilíbrio das feições da face. É muito bem indicada para pacientes que têm um queixo pequeno e retraído com boa oclusão dentária.

A região do mento pode ser aumentada através da colocação de implantes, osteotomia (cortando o osso) ou em alguns casos, em que a necessidade de projeção não é tão acentuada, pode-se optar pelo uso de alguns preenchedores como gordura, hidroxiapatita de cálcio e ácido hialurônico. Os dois tipos de implantes mais utilizados são o de polietileno poroso de alta densidade (Porex/Medpor) e o de silicone.

Na osteotomia de mento não há necessidade da inclusão de implantes e o aumento do queixo é realizado através de seu reposicionamento anterior e fixação com mini placas de titânio e parafusos. A incisão, tanto na osteotomia quanto com o uso de implante é posicionada dentro da boca (sulco gengival). É imprescindível a avaliação da oclusão dentária e das projeções da face para o resultado adequado.

Tempo de cirurgia: por volta de 2 horas

Anestesia: Local com sedação ou geral

Alta hospitalar: geralmente no mesmo dia